Menino de 6 anos ora a Deus sozinho em meio a rua deserta pedindo que a pandemia acabe logo para rever seus avós que estão isolados

Publicidade

Um menino ajoelhado orando sozinho no centro de uma rua escura chamou a concentração de uma mulher que tirou uma foto da cena.

O menino se chama Alen Castañeda Zelada e tem unicamente 6 anos ele ora pedindo a Deus que a pandemia de Covid-19 acabe logo para que ele afinal possa rever seus avós que estão isolados.

O menino aparece na foto usando uma máscara e com as mãos postas em consideração e olhos fechados. O retrato foi tirada por Claudia Mora Abanto e o acontecimento aconteceu em uma rua do município de Guadalupe no Peru.

A foto foi tirada no mês de abril, mas exclusivamente agora viralizou nas redes sociais o menino disse que estava orando e pedindo a Deus para considerar de todas as pessoas que estavam com essa enfermidade, pedindo que ninguém saísse nas ruas, porquanto muitas pessoas estavam morrendo por certo ele pediu o término da pandemia para que igualmente pudesse rever seus avós.

Fábio Assunção se emociona ao revelar que venceu as drogas com ajuda de Deus

Cláudia contou que ficou com um sorriso na face à frente da fé e da expectativa desse menino e ficou encantada ao presenciar a adoração e a esperança que ele tinha em Deus ao ponto de realizar uma oração sozinha no centro da rua, a noite pedindo o término dessa adversidade que tem comovido à Terra integral, porquanto milhares de pessoas já morreram, perderam suas vidas por acontecimento do vírus que tem destruído o mundo trazendo pesar sofrimento e tristeza. Como esse menino, o que todas as pessoas deveriam realizar era orar e suplicar a Deus o fim da pandemia, e rogar a ele que perdoe os pecados de todo o mundo que tem se retirado de sua influência e tem feito tantas coisas ruins, ao ponto de nem sequer se parecerem mais imagem semelhança de Deus.

Publicidade
______

Assim acreditando que Deus irá presentear a saída e finalizar com este mal que tem afligido a muitos esperamos que as orações desse menino sejam ouvidas e que outras crianças e adultos igualmente se levantem em reza, em brado a Deus à frente da conjuntura mundial presente.

 

Via: g1.globo.com