Adílio-Sérgio-Gomes

Candidato, Adílio Sérgio Gomes mata esposa com 13 facadas

No derradeiro domingo (18/20), um caso cruel chocou a município de Bandeira do Sul, que fica localizada na circunstância de Minas Gerais. Um pretendente a vereador acabou assassinando sua esposa por fato de uma briga.

A desordem teria sido por acontecimento da porta da geladeira de seu lar que estava aberta. O par teria saído juntos e posto que chegaram a começar a discussão.

O candidato, Adílio Sérgio Gomes, que pertence ao Partido Socialista do Brasil (PSDB), desferiu 13 facadas contrário a esposa, a servidora pública Roberta Camile Araújo Silva.

Aplicativo para assistir novela pelo celular: aprenda como baixar

Uma vizinha deu audiência sobre o acontecimento e contou que ouviu gritos. Ao interrogar o homem o que havia realizado, ele teria enunciado que fez uma estupidez. Em seguida de ser esfaqueada, a mulher apesar conseguiu se locomover e foi até o quintal do seu lar, mas faleceu em seguida.

O corpo da servidora foi descoberto por tempo posteriormente por sua filha, de 18 anos de idade. A vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do município de Alfenas, em Minas Gerais, para autópsia.

As autoridades do município estão realizando investigações para apanhar todas as informações sobre o delito, que indigna o país desde domingo. Em seguida de atacar a esposa com facadas, Adílio foi embora e afinal não foi achado. Ao ser descoberto, o candidato a vereador. Além disso, não foi comunicado como irá ficar a candidatura do esposo em descrição ao crime cometido por ele contra sua mulher.

Via: diariodepernambuco.com.br