Projeto prorroga pagamento de auxílio emergencial até junho no valor de R$600 e até dezembro no valor de R$300

Publicidade

O governo federal proximamente mudou o decorrer e passou a acolher a retomada do auxílio emergencial, uma deliberação que animou milhões de brasileiros. Desde o fim do ano passado, milhões de famílias enfrentam dúvida financeira sem o benefício.

Em muitos casos, famílias estão sobrevivendo com trabalhos informais e ajuda de amigos, parentes e vizinhos, o que coloca uma grande fração da sociedade em perigo. Por certo, projetos tramitam na câmara e no parlamento propondo a retomada.

A PL 130/2021, que altera a Lei 13.982/2000, por modelo, propõe uma retomada dos pagamentos do auxílio e delimita: R$600 a serem pagos até junho e, de junho a dezembro, R$300. A vontade é que o dinheiro traga estabilidade para as famílias e isto é reinjetado na economia.

No teor, o deputado Altineu Côrtes (PL-RJ) destaca que o Brasil já passou de 200 mil mortes pela covid-19. Afora do caos na saúde, a pandemia trouxe caos igualmente em outros setores, conforme o econômico e igualmente o educacional.

Publicidade
______

Milhões de estudantes está distanciado das salas de aula há meses, milhões de trabalhadores perderam o serviço. Côrtes igualmente propõe a gestão que use conforme dinheiro para o pagamento do benefício a verba que seria usado para pagar dívidas de banco.

“Esses recursos poderiam auxiliar a minimizar o choque financeiro causado pelo pagamento do auxílio emergencial, já que estão previstos conforme despesas no orçamento federal”, argumenta. O projeto está tramitando na câmara.

Via: camara.leg.br